Cosmografias (2012 - 2018)
Thiago Antonio
Cygnus (2015)
Da série Constelações
Poemas escritos em papel hannemuller
42 x 29 cm
Thiago Antonio
Canis Major (2015)
Da série Constelações
Poemas escritos em papel hannemuller
42 x 29 cm
Thiago Antonio
Gemini (2013)
Da série Constelações
Poemas escritos em papel hannemuller
42 x 29 cm
Thiago Antonio
Virgo (2012)
Da série Constelações 
Poemas escritos em papel hannemuller
42 x 29 cm
Thiago Antonio
Lyra (2015)
Da série Constelações 
Poemas escritos em papel hannemuller
42 x 29 cm
Thiago Antonio
Centaure (2015)
Da série Constelações
Poemas escritos em papel hannemuller
42 x 29 cm
Thiago Antonio
Aquarius (2013)
Da série Constelações 
Poemas escritos em papel hannemuller
42 x 29 cm
Thiago Antonio
Scorpius (2012)
Da série Constelações 
Poemas escritos em papel hannemuller
42 x 29 cm
Thiago Antonio
Libra (2012)
Da série Constelações 
Poemas escritos em papel hannemuller
42 x 29 cm
Thiago Antonio
Pegasus (2013)
Da série Constelações 
Poemas escritos em papel hannemuller
42 x 29 cm

Desde os tempos antigos, o homem imagina formas nas estrelas. Orientar navegadores, guiar nas colheitas e plantações, criar mitologias, rituais místicos, trazer esperanças e presságios a poetas e sonhadores, eis algumas das funções dos astros. As formas e os traçados nos ajudaram a desenhar com a imaginação.

A série Cosmografias é composta por 23 caligramas que representam aquilo que se convencionou chamar de constelação. Os poemas de cada desenho foram escritos a partir da influência e observação dessas estrelas.

_MG_1628.JPG
_MG_1624.JPG
_MG_1625.JPG
_MG_1597.JPG